domingo, agosto 28, 2011

Trofense perde por 3-1 em Freamunde


O Freamunde venceu este domingo em casa o Trofense, reduzido a 10 elementos desde os 65 minutos, por 3-1, com golos no segundo tempo, num jogo da segunda jornada da Segunda Liga marcado pelo equilíbrio.
Pedro Moita fez o 1-0, aos 48 minutos, mas a vitória do Freamunde só ficaria selada com os tentos de Santos, aos 72 na própria baliza, e de Marco Matias, aos 80, ambos já depois de Pedro Araújo ter marcado para o Trofense, aos 56.
O jogo teve domínio repartido e mostrou a determinação das duas equipas em jogarem um futebol apoiado, mesmo que isso não tenha significado grande velocidade ou um grande número de situações de golo.
No primeiro tempo, aliás, o melhor que se viu de futebol atacante aconteceu aos 13 minutos, com uma oportunidade para cada lado: à insistência do trofense Edu respondeu Bock, para o Freamunde, num lance individual travado por um defesa contrário.
O encontro recomeçou praticamente com o golo de Pedro Moita, aos 48 minutos, a corresponder de cabeça a um centro de Bock, mas o Trofense respondeu oito minutos depois.
Aos 56, Pedro Araújo cobrou um livre direto e contou com a colaboração do guarda-redes freamundense Tó Figueira, mal batido no lance, para restabelecer a igualdade.
A toada de equilíbrio manteve-se até à expulsão do defesa Elvis, por acumulação de cartões amarelos, aos 65 minutos, provocando um recuo dos forasteiros que a formação local aproveitou para chegar à vitória.
Aos 72 minutos, Santos viu a bola cabeceada por Sérgio Nunes, um dos melhores em campo, bater-lhe nas pernas e entrar na própria baliza e, aos 80, foi a vez de Marco Matias, isolado por Bruno Magalhães, fazer o terceiro golo do Freamunde e estabelecer o resultado final.
Até final, Fortes, avançado emprestado pelo Vitória de Guimarães, poderia ter reduzido para o Trofense, mas falhou quando tinha apenas Tó Figueira pela frente.
Com esta vitória, o Freamunde passou a somar três pontos, enquanto o Trofense mantém um, resultado do empate caseiro na ronda inaugural.
Notícia retirada do jornal desportivo Record

Constituição das equipas:

Freamunde: Tó Figueira, João Amorim, Luís Pedro, Sérgio Nunes, Paulo Monteiro (Pedro Henrique, 70), Nana K, Tarcísio (Bruno Magalhães, 45), Pedro Moita, Marco Matias, Bock e João Rodrigues (Luciano, 75).
Suplentes:
Assis, Luciano, Vieira, Brandão, Bruno Magalhães, Vieira e Pedro Henrique.

Trofense: Marco, David Bruno, Santos, Elvis, Pedro Araújo, Tiago, Janderson, Edu (Fortes, 76), Zé Manel (André Carvalhas, 85), Feliz (Pedro Santos, 67) e Gilmar. Suplentes:
Pedro Trigueira, João Viana, Pedro Santos, Moreilândia, Fortes, André Carvalhas e Reguila.
Árbitro:
Nuno Almeida (Algarve).
Ação disciplinar
:
Cartão amarelo para Paulo Monteiro (14), Elvis (15e 65), Gilmar (22), João Amorim (37), Janderson (40), Pedro Santos (71), Zé Manel (74), Fortes (79). Cartão vermelho para Elvis (15 e 65), por acumulação de amarelos.


Marcadores:
(Pedro Moita 47', Pedro Santos 72 pb, Marco Matias 80'; e Pedro Araujo 57')

Assistência:

475 espectadores (12% de ocupação)


2 comentários:

Anónimo disse...

O mister entao o Marco estava em condiçoes e nao foi por ele que perdemos? Pelo menos foi o que ouvi na R.Trofa! Entao foi por culpa do pai natal? Nao ganhes a Oliveirense e vamos ver o que acontece!

José Ribeiro disse...

http://um-para-um.blogspot.com/2011/08/nildo-e-o-sindrome-fabio-coentrao.html

Se quiserem dar feedback...

 
Blog dos Trofenses CD Trofense | A conversa com | Hora do Clube | Ultras Trofa |